Dicas para seu gato beber mais água

Os gatos são a espécie que mais desenvolve doença renal crônica. O motivo ainda não se sabe, mas é provável que seja devido à espécie possuir menos néfrons (a unidade funcional do rim) em comparação com outras.

Por exemplo, enquanto os cães tem 415 mil néfrons em cada rim, os gatos tem somente 190 mil.

Por serem originários do deserto, é uma característica dos gatos tomar menos água e concentrar a urina, o que a longo prazo pode ser muito ruim para a saúde do trato urinário.

 Além de ajudar com a saúde renal, a ingestão de água colabora com  a prevenção de infecções urinárias e a formação  de cálculos. Não esqueça de manter a liteira sempre limpa e em local calmo e de fácil acesso também.

 Seguem algumas dicas:

·         Manter potes com água fresca espalhados por vários locais calmos da casa;

·         Deixar o pote de água longe do pote de comida (1 metro de distância pode ser suficiente);

·         Dar preferência por potes largos, para que os bigodes do gato não encostem nas suas beiradas;

·         Uso de fontes de água;

·         Adicionar pedras de gelo à água;

·         Fazer pedras de gelo com caldos caseiros de carne ( sem temperos, somente pequena quantidade de sal);

·         Colocar um espelho no fundo do pote de água. Os gatos adoram ver reflexos e movimentos enquanto bebem água;

·         Fazer uma grande bola de gelo usando uma bexiga como molde;

·         Oferecer alimento úmido para gatos várias vezes ao dia ( estes alimentos chegam a ter 80% de água em suas formulações e são menos calóricas);

·         Fazer gelo com o próprio alimento úmido;

·         Estimular atividades físicas.

Adicionar água à ração seca pode parecer uma boa ideia, porém são poucos os gatos que gostam disso.  Chás também podem ser ofertados, desde que a gato goste e não contenham cafeína nem muito açúcar em sua composição.

Lembre sempre que os gatos adoram novidades, mas enjoam rapidamente. Seja criativo, mas sempre com a aprovação do seu veterinário! 

Para agendar uma consulta com nossos especialistas, ligue para (41) 3039-6644 ou mande mensagem pelo WhatsApp para (41) 9 8835 2013 ou (41) 9 9242 8355.