Qual o comedouro certo para seu cão?

Escolher o comedouro de seu cão parece uma tarefa simples, mas não é. O assunto merece atenção, pois saber qual tigela escolher pode prevenir problemas de coluna e digestão.

 E, como nem todos os cães têm as mesmas características físicas, são os comedouros que devem se adaptar a eles e não o contrário.

As tigelas altas são ideais para:

- animais altos;

- cães que estão se recuperando de uma cirurgia ou que não tem uma das patas;

- pets com idade avançada, com artrose ou com megaesôfago.

 Entre os benefícios dos comedouros altos estão a diminuição do estresse, melhoria na digestão e menor pressão no pescoço, na parte traseira, nas pernas e também nas articulações.

 Alimentadores em forma de cone são projetados para evitar que as longas orelhas de algumas raças de cães sejam manchadas ou molhadas na hora de comer ou beber água. Por esta razão, têm lados íngremes e abertura estreita.

 Já os comedouros pouco profundos são indicados para cães de focinho chato e filhotes, uma vez que estes lhes permitem chegar mais facilmente a comida, evitando tensão na garganta e no pescoço.

 As tigelas profundas são ideais para animais de focinho longo, já que permitem mais espaço para o nariz e para a boca do animal, facilitando o acesso à comida.

 E se o seu cachorro é guloso ou come muito rápido, considere usar um comedouro lento. São tigelas com barreiras que dificultam o acesso à comida forçando que comam a ração mais lentamente. Assim, o seu pet  irá melhorar a digestão e também a absorção dos nutrientes.

 Antes de comprar um comedouro, consulte também um veterinário. Um bom profissional certamente saberá te orientar e dizer o que o seu animal de estimação realmente precisa, de acordo com suas características físicas e com os problemas de saúde que podem estar presentes.